sábado, 29 de setembro de 2012

Galileu Arruda - Mania



Meu amigo, Galileu Arruda. se foi.Mas sua música ficou.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

sábado, 22 de setembro de 2012

OS PEITINHOS DA PRINCESA.


                                      OS PEITINHOS NÃO PODE??
                                                                                                                dilamar santos
    
                      Estamos assistindo pasmos a este conflito causado no mundo islâmico, pela feitura de um filme pretensamente ofensivo aos muçulmanos. Ao mesmo tempo, uma revista francesa não se sabe se por promoção ou irresponsabilidade resolve, para entornar mesmo o "caldo",  publicar uma série de charges usando o profeta Maomé como tema. Publica e republica numa mensagem clara que, " Aqui na França temos liberdade de expressão".E que" o povo francês não aceita censura,nem  em caso de segurança nacional". Existe hoje cerca de 5 milhões de muçulmanos vivendo na França e as consequências desta publicação ,tanto dentro como fora de seu território são incalculáveis. A Mesma França que proibiu durante anos todas as formas de  expressão em um país invadido e humilhado como foi a Argélia. E, em território francês em l961, na tristemente famosa "batalha de Paris" a polícia civil massacrou e matou cerca de 300 argelinos que estavam em uma passeata de protesto por melhor tratamento por parte da mesma polícia, em seus bairros. Dois pesos duas medidas? Enquanto isto, ali ao lado, na Gra-bretanha, ao ver os peitinhos da futura princesa Kate Middleton, estampados na revista CLOSER, um comunicado oficial o Palácio de Saint James afirma:
“Suas altezas reais ficaram muito tristes ao verem a sua privacidade invadida por uma revista francesa e um fotógrafo de forma tão grotesca e totalmente injustificada”. 
A justiça inglesa simplesmente proibiu a sua republicação, cassaram a revista nas bancas e ameaçaram com uma multa do equivalente a 50 mil reais DIÁRIOS no caso de reincidência! Quem são os bárbaros mesmo??

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

SIMBOLOS RELIGIOSOS FORA DOS ESPAÇOS PUBLICOS
 
 
Se a religião é inextirpável do ser humano, devemos fazê-la recuar ao nível de opção pessoal. Na medida que um país ou uma instituição a adota, entramos num terreno muito pantanoso, como podemos notar em questões irresolvidas como o aborto e outras de ainda maior clareza e primarismo. Se o Estado abraça um credo, fatalmente discriminará outros, além daquelas pessoas que são ateias. Ser laico não é ser contra a religiões, é a posição institucional que fica fora dessa esfera, respeitando o direito de todos à opção religiosa numa sociedade marcada pela diversidade. Essa laicidade do Estado deve ser observada pela justiça, pela escola, pelo sistema de saúde e por todos os serviços garantidos a todos os cidadãos, sem distinção de sexualidade, cor, origem social, credo político ou religioso.                                                                            MILTON RIBEIRO
 
LEIA O VOTO NA INTEGRA.
Voto
E M E N T A
EXPEDIENTE ADMINISTRATIVO. PLEITO DE RETIRADA DOS CRUCIFIXOS E DEMAIS SÍMBOLOS RELIGIOSOS EXPOSTOS NOS ESPAÇOS DO PODER JUDICIÁRIO DESTINADOS AO PÚBLICO. ACOLHIMENTO.
A presença de crucifixos e demais símbolos religiosos nos espaços do Poder Judiciário destinados ao público não se coaduna com o princípio constitucional da impessoalidade na Administração Pública e com a laicidade do Estado brasileiro, de modo que é impositivo o acolhimento do pleito deduzido por diversas entidades da sociedade civil no sentido de que seja determinada a retirada de tais elementos de cunho religioso das áreas em questão

domingo, 9 de setembro de 2012

A QUEM INTERESSAR POSSA

                   
                                    DILA  & THEO
 
Real Time Web Analytics