segunda-feira, 30 de agosto de 2010

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

O CUIDADOR 11 - ano ll


O CUIDADOR________orgulho de ser

A sua revista! cursos*treinamento*consultoria*informação*orientação jurídica*literatura*produtos*arteterapia*divulgação do seu cuidado...

23/08/2010O CUIDADOR 11 - Ano II
EDITORIAL

Quais os deveres e as obrigações de um cuidador? Como contratar?

Existem pré-requisitos para esta atividade: ter empatia. Qual o limite necessário?

O que é coaching? Conheça outro modo de cuidar no depoimento

de um brasileiro-israelense que cuida de pessoas com câncer.

E saiba do direito do pai durante a licença gestante.

Um desastre climático provoca mudanças nas pessoas.

Construir-se ou paralisar devido ao pânico, à perda de referências?

Tantas coisas ocorrendo em áreas urbanas: enxurradas, enchentes, estiagem, alagamentos.

Saiba mais sobre os profissionais que atuam nas áreas públicas, os cuidadores amordaçados.

Ao redor de uma sociedade cada vez mais adoecida e agressiva,

temos milhares de cuidadores invisíveis. Saiba também sobre a Defesa Civil.

Em tempos de eleição, quem se preocupa com o voluntariado?

Escolha bem, lembre da importância das decisões políticas e da importância do seu voto.

Quantas pessoas lutaram para que tivéssemos direito de escolha? Valorize as conquistas sociais.

Confira a experiência de médicos mergulhadores durante o tsunami.

A vida profissional e pessoal alteradas após a gigantesca onda.

Assim como o encontro das lobas do Rio de Janeiro, o poder do grupo e da afetividade, a nossa capa! Quem sabe a ideia dessas mulheres especiais se dissemina pelo país?

Orgulhe-se de ser cuidador, porque quem cuida – mesmo sem gostar do que faz,

mesmo dividido em seus sentimentos, mesmo cansado – está exercendo a humanidade.

E é no sorriso de quem cuidamos que também encontramos o valor da vida.
Também precisamos de você! Estimule os amigos a compartilharem suas histórias,

divulgue a revista em sua escola, igreja, ONGs, grupos, associações e clubes.

Pergunte da revista nas livrarias, nos supermercados, nas revistarias.
Seu lugar também é em salas de espera. E assine para orientar o seu cuidador,

converse com ele sobre as matérias. Apoie esse projeto

que envolve tantas pessoas que querem cuidar de você!

Marilice Costi,

editora-chefe

editora@ocuidador.com.br

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

EU. VOCÊ. ELA. A MÃE.


Estávamos lá na primeira fila. Na estréia. Cenário lindo ! Enxuto,perfeito !A peça,baseada num texto da dramaturga Marina Monteiro, meio pro absurdo, dá conta de uma mulher que monologa, e fala de sua relação com a mãe, marido,filhos, amigos e com seu animal de estimação. Um cacto ! A atriz, Raquel Stüpp, interpreta Laura a unica personagem , toma conta da cena e por quase uma hora nos diverte e emociona !    Um monólogo não é uma coisa fácil ! Mantê-lo interessante  , cada vez mais atraente num crescendo do começo ao fim,só com muito talento . É o que tem de sobra Raquel dirigida pela competentíssima Luciana Holanda. Espetáculo maravilhoso! Quem puder, vá ver.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

PRINCESA SHERAZADE .



A  Imperdível e Maravilhosa  Princesa Sherazade ( Luana Mello)  Dançando no Tri Mix Cabaret em São Paulo !

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

DILMAinterv




Depois de participar de um debate pela internet, Dilma aproveitou o cerco dos jornalistas para reiterar uma importante mensagem ao país: O governo entrou no circuito da grande rede, recuperando as fibras óticas, e vai baratear o custo e ampliar a capacidade de transmissão de dados, voz e imagem.



A mensagem de Dilma não poderia ser mais certeira, já que o governo Lula teve a coragem de recriar a Telebrás para cuidar do Plano Nacional de Banda Larga, que as telefônicas recusavam levar adiante, sempre alegando que o retorno não cobria o investimento. No ambiente certo, Dilma mostrou a relevância do papel do Estado na universalização da banda larga para garantir acesso rápido e barato a todos os brasileiros, o que as teles não asseguram até hoje, mesmo cobrando o que querem pelo serviço.
Dilma não deixou de apontar de quem é a responsabilidade pelo atraso do país no acesso a banda larga. “Nós tivemos um tempo muito grande para conseguir recuperar fibras óticas que o governo Fernando Henrique tinha entregue para uma empresa chamado Eletronet, mas agora que estamos de posse delas vamos não só baratear a internet, mas garantir que tenha uma imensa capacidade para transmitir voz, vídeo e imagem.”



Taí mais uma boa pergunta pro Serra. Por que o governo FHC, do qual participou ativamente, achou que uma empresa privada seria melhor que o Estado na execução de um plano nacional da banda larga? E por que a realidade provou o contrário?



Dilma avisa: Governo vai baratear internet

Dilma avisa: Governo vai baratear internet

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Eu.Você.Ela. A mãe.

domingo, 15 de agosto de 2010

PATONAUTA


          Blog novo na blogosfera. Trata-se de uma criação do Rudi Bodanese. Ponto de encontro dos patobranquenses nativos ou adotivos. Notícias da terrinha ,assuntos culturais, memória e humor.Mais uma tacada certeira do Rudi. Longa vida é o que lhes desejamos.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

MARCHETARIA

Marchetaria como todo mundo sabe, é um trabalho feito com paciência,conhecimento e sobretudo,arte.Teoricamente feito com madeira.Mas como o mosaico,também pode ser feito com outros materiais .O Julio Barros usa madeira. O Aldo Votto, palavras. Seguem duas belas amostras .



MARCHETARIA



Aldo Votto


E assim vou me fazendo,
Elegendo os pedacinhos
Daquilo que um dia foi um todo


Separando aqueles que não gosto
Para usar só nos cantos da alma
Lustrando os mais bonitos para revelá-los sem pudor


E justapondo-os; não como quero,mas como posso
O mais claro e o mais escuro,lado a lado,
dando forma e concretude à sentença
De que uns não existem sem os outros
E de que o conjunto é maior
Do que a simplez da soma das partes.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

POEMETO EM (V)ÃO.




poemeto em (v)ão

                        Luciano Camargo Martins


eu  vejo  essas matas com dor no coração
eu penso nesse povo e vou na escuridão
eu sinto  nas sua pele a dor e a mansidão
eu conheço a sua história de amor e de paixão
eu  ajo  com a urgência de paz e imensidão
eu confio  na esperança com fé sem religião
eu  sou  mais um na vida dos tantos que assim se vão!

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Alexander Calder performs his "Circus" - Whitney Museum



Alexander Calder. Engenheiro,pintor,ilustrador e escultor.Americano,
estabeleceu-se na Paris de 1926.Um dos grandes escultores modernos
e um dos primeiros a ousar o movimento,criando peças móbiles.Esta re presentação artistica do circo,era assistida pela nata dos artistas e intelectuais parisienses.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

- PORTO ALEGRE -

trabalho da DR 50 VIDEO COMUNICAÇÃO. Uma apresentação do que existe de bom em Porto Alegre.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

OX- O boi que não é de mamão- A saga para a instalação do Estaleiro da EBX no litoral Catarinense--segundo a visão de GERT SHINKE

                                                  A SAÍDA ELEGANTE

A forma como empreendimentos dessa natureza
tem saído de cena no Brasil são dignos de filmes de pós-apocalipse holivudiano: terra arrasada; populações miseráveis largadas à própria sorte; imensurável coleção de destroços, ruínas e um mar de passivos tóxicos, ingredientes de cenários comuns por todos os cantos. Muitos anos mais tarde, talvez, depois que esses “passivos” já foram amalgamados pelo tempo, áreas contaminadas viram áreas de lazer nas periferias (embora normalmente ainda tóxicas), a custa de vultosos investimentos do poder público. Como sempre, lucro privatizado, custo socializado. Afinal, você também não é sócio de alguma empresa X ? Bastaria que algum poço em águas marítimas explodisse para suspender parte das vultosas encomendas da “nossa” eco-petrobráx, e imediatamente os investimentos programados para a construção da frota de petroleiros tomariam outro rumo. O risco de retorno do investimento o capitalista joga sobre as costas da população e do Estado, ambos tomados como reféns da chantagem sócio-econômica que só tem um único ganhador garantido – ele próprio. 

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

 
Real Time Web Analytics