sábado, 30 de janeiro de 2010

PARE!

Acrilico s/tela. 1m00 x 1m00 dilamar santos

SINÔNIMOS

      Esses que pensam que existem sinônimos,desconfio que não sabem distinguir as diferentes nuanças de uma cor.
                                                       Mário Quintana- Caderno H

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

ÍCONES DO DESENHO PUBLICITÁRIO.


     Peças publicitárias,de desenho ou" design" como dizem os profissionais da área, de produtos que sobreviveram e viraram ícones  superando  todos os modismos e novidades dos meios de comunicação,coisa rara neste mundo hoje tão competitivo .

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

PEIXE

acrilico s/tela dilamarsantos

sábado, 23 de janeiro de 2010

Porque hoje é sábado.



Belo dia de sol, frio, dia de feira...
rotineira...
Mas hoje algo mudou na feira
antes rotineira...
Uma musica suave,
de um terno violino
permeou as faces,as alfaces.
as maçãs, as pocans,
o jeito calado da feira..
e o ar se impregnou de suavidade
cores e cheiros despertaram.
Na alma, singela felicidade,
apenas por estar na feira...
antes rotineira...

Tania martins

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Arco-íris

                                                              foto dilamarsantos

       

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

LI E GOSTEI! Rumo à estação Finlândia.

Edmond Wilson,jornalista americano ,considerado um dos 100 intelectuais mais influentes do século XX,estuda e analisa neste livro,a história da politica e suas vertentes através dos grandes pensadores. De François Babeuf, Saint-Simon até Michael Bakunin,Karl Marx e Engels.Neste trabalho,com ensaios individuais sobre os homens que pensaram a política no mundo apartir do século IXX.O autor nos dá de forma bem sintetizada e clara,um mapa de como se montou ou montaram-se as idéias filosóficas das políticas e ideologias que vivemos hoje.Publicado em 1940 pela primeira vez, só apareceu no Brasil em 1986, com grande êxito editorial.Hoje sofre algumas criticas por incongruências,pois desde sua primeira publicação,muitas coisas mudaram.Essencialmente entre a teoria e a prática política.O que realmente não afeta sua essência. Livro valioso, principalmente por abordar a influência da vida pessoal dos grandes pensadores políticos que moldaram o mundo, na construção de suas filosofias. -Ed.Cia.das Letras.
edmond wilson

domingo, 17 de janeiro de 2010

POESIA DA BOA!

 

foto.dilamarsantos

NOSTALGIA
         adyr pacheco

Sob as pedras

Te ocultas,

Paisagens partidas

Entre suspiros desertos.

De medo tremo

E o túmulo me amedronta.

E amedronta-me

A matéria,

O tempo,

O pó.

As flores esmigalham-se

Na precária vida

Que me traz o silêncio.

Calo-me ante a síntese

De um passado

Raptado no tempo.

E a brisa em sussurro,

Me afaga com o hálito

Da nostalgia

E da saudade.





Peixes- Dilamar Santos

acrilico s/tela. 0m90 x 1m20

sábado, 16 de janeiro de 2010

VICENTE HUIDOBRO

            Conocí un hombre  interessante : No tenía principios.  Un hombre,un verdadero hombre , no tiene princípio ni fin.Como Dios.
       

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

É verdade !



                                                                                         Jonh K.Galbraith
                               SABEDORIA CONVENCIONAL
                                 
            " Associamos a verdade à conveniência.-Aquilo que mais intimamente combina com o interesse e o bem -estar  pessoal  ou que mais intensamente prometa evitar grandes incomodos ou uma indesejável reviravolta.Também consideramos altamente aceitável aquilo que mais contribua para aumentar a auto-estima.                 O comportamento econômico e social,é complexo ,sendo mentalmente cansativo entender sua natureza.Por isso nos agarramos como se fosse um bote,às idéias que representam nosso ponto de vista."

domingo, 10 de janeiro de 2010

Vaso com flores

Acrilico sobre tela. 1m10 x 0m80

Florianopolis -Ilha do Xavier vista da Joaquina


                   Num dia chuvoso , não parece uma baleia?

PRA RIR UM POUCO.



sábado, 9 de janeiro de 2010

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Il Sorpasso. -


        "  Aquele que sabe viver",foi assim que traduziram o título deste filme no Brasil.Alíás ,os critérios para tal são ,para mim,um mistério até hoje.Com roteiro de Ettore Scola  e direção do formidável Dino Rizzi,este filme talvez seja um dos primeiros chamados -road movies- feitos no cinema.A história é singela ,mas o elenco é o que havia de melhor na  época. Gean -Louis Trintignant, Vittório Gassman e Catherine Spaak. Num verão escaldante na Itália,um bon-vivant (gassman) conhece um estudante tímido(Trintignant) e o convence a acompanhá-lo em um tour ,em busca de emoções. Em um Lancia,sempre em alta velocidade, acompanhamos a dupla em uma viagem simplesmente espetacular,por uma região efervescente de gente bonita e  muita festa  numa europa hoje irreconhecível.

  

domingo, 3 de janeiro de 2010

ANO NOVO- JORNALISMO VELHO.

              Exigir do jornalismo mais qualidade é no mínimo indispensável para nosso trato social e humano.
             A importância da informação correta todos conhecem.Mas não é exatamente o que se observa,quando  se olha mais atentamente. Um jornalismo barato e de má qualidade feito por profissionais medíocres e   sem qualificação. Oportunistas de plantão,muitas vêzes,fazendo um trabalho  covarde e alcoviteiro. Isto tanto nos grandes grupos de mídia ,quanto nos pequenos.A informação passa a ser sempre questionada quando se vê em entrevistas ou debates, profissionais  intimidados pelo entrevistado ou pelo patrão,não fazerem  aquelas perguntas ou questionamentos óbvios. E nessa omissão vil, nota-se também muitas vêzes, a falta  de formação ou de informação do próprio jornalista . Falta de leitura e de uma cultura geral. A crítica e auto-crítica então nem falar! Ninguém critica ou refaz um deslize ou falsa informação dada por um colega.Nem que seja da concorrência.Isto também é covardia, pois no fundo trata-se de uma  "reserva ou saldo contra bobagens ou venalidades" que estes "profissionais"sabem que um dia também cometerão e procuram garantir desde já ,pois num futuro podem precisar.E certamente precisarão.

Estamos perdidos -Boris Casoy

Em 1968, em reportagem sobre líderes estudantis, a revista O Cruzeiro acusou-o de ter participado do grupo CCC (Comando de Caça aos Comunistas), que combatia comunistas durante as décadas de 1960 e 1970. Boris nega esta acusação até hoje e afirma não haver provas que comprovem sua suposta participação no CCC. Vinte anos depois, disse a respeito do episódio que tinha consciência do "quanto a imprensa pode estigmatizar alguém. Eu senti isso na carne. E não esqueço."[
 
Real Time Web Analytics